“OUTUBRO ROSA”: Dra. Carolina do Amaral – Mastologista da Unidade Oncológica “Marina Ramos” destaca sobre prevenção do Câncer de Mama

“OUTUBRO ROSA”: Dra. Carolina do Amaral – Mastologista da Unidade Oncológica “Marina Ramos” destaca sobre prevenção do Câncer de Mama

A Santa Casa de Caridade como uma Instituição centenária dos gabrielenses, mais uma vez preocupada com a “prevenção”, e, também de forma incessante está inserida no conhecido “Outubro Rosa”, movimento este que surgiu na década de 1990 para estimular a participação da população com o objetivo de compartilhar informações sobre o câncer de mama, promover a conscientização sobre a doença, proporcionar maior acesso aos serviços de diagnóstico e de tratamento e contribuir para a redução da mortalidade.

Conforme o Provedor da Santa Casa – Luiz Carlos Dotto, esta semana a Dra. Carolina do Amaral – médica mastologista que integra a equipe da Unidade Oncológica “Marina Ramos” do hospital, acompanhada da Enfermeira Oncológica – Fernanda Coirolo – esteve participando de entrevistas em órgãos de imprensa local para abordar sobre a importância da prevenção do Câncer de Mama.

A Dra. Carolina do Amaral enfatiza que “Outubro Rosa” é todo o dia, mas que temos utilizado este mês para fomentar e falar mais de forma direta sobre o tema. Segundo ela, todas as mulheres a partir do 40 anos de idade devem anualmente realizar o exame de mamografia, além é claro, de realizar o auto-exame, para saberem o que é normal em suas mamas ou se existem algumas modificações mamárias. Conforme ela: “Se constatada a presença de algum tumor com até 1,5 cm as chances de curas são muito grandes. A mastologista explica alguns sintomas dos quais as mulheres devem ficar alertas e procurarem ajuda de mastologista, tais como: nódulo mamário; drenagem de secreção do mamilo; alteração na coloração e espessura da pele da mama; retração do mamilo, etc. “Nos casos em que a mulher tem algum familiar de 1º grau (mãe ou irmã) com câncer de mama, nós mastologistas orientamos a iniciar o rastreio aos 35 anos de idade. Também nos casos em que as mulheres possuem mamas muito densas ou são muito jovens, além da mamografia também é indicado um exame complementar que é a ultrassonografia das mamas; para que se tenha uma avaliação mais precisa. O câncer de mama é um tumor curável se detectado na fase inicial, reduzindo significativamente a necessidade da mastectomia (retirada dos seios) tão temida pelas mulheres. Entre as dicas de prevenção, estão: praticar atividades físicas; uma dieta equilibrada que evita o sobrepeso e melhora a qualidade de vida; não fumar e não consumir álcool, entre outras” frisa a Dra. Carolina.

Ela também ressalta que segundo pesquisas a chance da população feminina de desenvolver câncer de mama é de uma para cada oito mulheres e que de acordo com a Sociedade Brasileira de Mastologia (SBM) 25% da incidência do referido câncer está em mulheres com idades entre os 40 e 49 anos.

Já o Provedor Dotto enfatiza que a Santa Casa tem o objetivo de fortalecer as recomendações do Ministério da Saúde para o rastreamento e o diagnóstico precoce do câncer de mama e desmistificar conceitos em relação à doença.