Serviços

Home / Serviços

É a especialidade médica responsável por diagnosticar casos relacionados a fraturas e lesões nos ossos e tendões provocadas por traumas.

É a especialidade da medicina que trata do trato urinário de homens e de mulheres e do sistema reprodutor das pessoas do sexto masculino.

É a área da saúde que trabalha com diferentes aspectos da comunicação humana, como a linguagem oral e escrita, fala, voz , por exemplo.

Tem como principais atividades a assistência e pesquisa em patologias clínicas e cirúrgicas que envolvem o sistema nervoso central e periférico.

A Santa Casa de São Gabriel conta com atendimento 24h para a comunidade, em regime de plantão. Os atendimentos são classificados por ordem de urgência, por cores.

A colonoscopia é um exame que captura imagens em tempo real do intestino grosso e de parte do íleo terminal (a porção final do intestino delgado) .Esse exame serve para investigar a presença de doenças como o câncer colorretal, pólipos, e doenças inflamatórias intestinais, como a doença de Crohn e retocolite ulcerativa. Além disso, a colonoscopia ajuda a entender a causa de diarreias crônicas, sangramentos flagrados anteriormente pelo teste de sangue oculto nas fezes e anemia sem causa aparente.

É um exame que permite a visualização, através de uma câmera, da parte superior do trato gastrointestinal, composta por esôfago, estômago e duodeno. Esse tipo de exame normalmente é solicitado pelo gastroenterologista após o paciente se queixar de dores de estômago, dificuldade ou dor para engolir, queimação, vômitos ou quaisquer desconfortos em regiões onde os órgãos do sistema digestivo estão localizados.

Os centros hospitalares têm buscado ampliar a frente de cuidados destinados às necessidades biopsicossociais dos pacientes internados. Essa atenção exige a presença de uma equipe multiprofissional, capaz de enxergar as peculiaridades de cada caso e adotar as melhores estratégias em conjunto. A atuação do fisioterapeuta no ambiente hospitalar ganha ainda mais relevância, considerando o contexto e os impactos da internação sobre o organismo. As práticas fisioterapêuticas além de minimizar as consequências do imobilismo e prevenir complicações respiratórias, neurológicas e motoras, também ajuda a reduzir o tempo de internação. Contribuindo indiretamente para a rotatividade dos leitos e a diminuição dos custos institucionais. O planejamento do tratamento é realizado de acordo com os objetivos traçados individualmente, levando em consideração que precisam ser atingidos em curto prazo e que devem ser cumpridos até a alta do paciente, realizada pelo médico assistente. Para que seja possível
acompanhar o processo de reabilitação se faz necessário que a equipe multiprofissional esteja ciente do tratamento. Quando não existe um trabalho em conjunto, podem surgir complicações respiratórias e motoras. A falta de uma imobilização correta compromete a resistência cardiovascular e o alinhamento mecânico, o que afeta os movimentos coordenados. Como resultado, a atuação do profissional fisioterapeuta em relação à inatividade ou atividade reduzida do paciente ajuda a diminuir o tempo de permanência na UTI e em enfermarias, bem como a taxa de mortalidade e o risco de infecções. Na atualidade com o surgimento da COVID-19, observou-se a atuação do fisioterapeuta como linha de frente na reabilitação dos pacientes acometidos pela doença. Ressaltando ainda mais o papel da fisioterapia no âmbito hospitalar, bem como no pós- alta visando uma melhor qualidade de vida ao paciente.

(Raio X, Tomografia, Ultrassonografia, Densitometria óssea, Ressonância Magnética) O Serviço de Diagnóstico por Imagens da Santa Casa de São Gabriel é Centenário. Há registros no Livro “Uma Santa Casa feita de Amor” do historiador Osório Santana Figueiredo, de que o aparelho de RX da Santa Casa “estava com defeito em 1902”, apenas 7 anos depois do descobrimento dos raios X pelo físico  lemão Wilhelm Conrad Röntgen, infelizmente lamenta o historiador, não há registro nas atas da data da compra do aparelho. Até o ano de 1999, o serviço era conhecido apenas por RX da Santa Casa, contando
com os aparelhos de RX e um aparelho de Ultrassonografia. Em outubro de 1999 começa a funcionar a Tomografia Computadorizada e a Densitometria Óssea e no ano de 2013 uma parceria com o Sidi-Medicina por Imagem de Porto Alegre, inicia a Ressonância Magnética. Hoje o Serviço de Diagnóstico por Imagens da Santa Casa (SDI), conta com RX, Mamografia, Densitometria Óssea, Tomografia Computadorizada, Ultrassonografia e Ressonância Magnética. O grupo de colaboradores conta com dois Médicos Radiologistas com Título de Especialista pelo CBR e Membros Efetivos do Corpo Clínico da Santa Casa e com 14 Técnologos e Técnicos de Radiologia que trabalham diuturnamente na realização dos exames de Imagem. Além disso a parceria com a Clínica SIDI possibilita que Radiologistas da Clinica atuem na Ressonância Magnética. Atualmente estão sendo atendidos pelo SDI da Santa Casa de São Gabriel pacientes de praticamente todos os Convênios, além de pacientes privados e do Sistema Único de Saúde, em um Serviço humanizado que conta com aparelhos de qualidade, tornando-o um dos mais qualificados da região da Campanha e Fronteira-Oeste do RS.