10 DE SETEMBRO – DIA MUNDIAL DE PREVENÇÃO AO SUICÍDIO

10 DE SETEMBRO – DIA MUNDIAL DE PREVENÇÃO AO SUICÍDIO

A cada ano, são registrados cerca de 12 mil suicídios no Brasil e mais de 1 milhão no mundo. A maior parte dos casos estão relacionados a transtornos mentais (depressão, bipolaridade e abuso de substâncias), no entanto, ocorrem também entre pessoas sem diagnóstico prévio de algum transtorno. Em alguns casos, os sinais são discretos e silenciosos, o que dificulta a identificação do risco e propensão ao suicídio. Por esse motivo, é importante que se fale no assunto incluindo a todos nessa causa, pois o suicídio acomete pessoas de todas as idades, sexos e classes econômicas, passando por alguma situação de sofrimento emocional intenso, com a qual não conseguem lidar. 

O mês de setembro é marcado pela campanha denominada “Setembro Amarelo”, em que são realizadas ações visando a prevenção do suicídio. Através da abordagem desse assunto, que por muito tempo se manteve como um tabu em nossa sociedade, busca-se alertar quanto aos sinais e sintomas, orientando a população sobre como agir diante de situações em que se identifica o risco de suicídio. 

Com o objetivo de reforçar a importância de se falar sobre isso, principalmente entre os profissionais da saúde que se deparam diariamente com situações de risco ou tentativa de suicídio, no dia 10 de setembro a COTH (Comissão de Trabalho Humanizado) esteve nos setores da Santa Casa de Caridade, buscando divulgar essa campanha tão importante que é o Setembro Amarelo salientando o que ela propõe. 

“Falar é a melhor solução”. Fique atento aos sinais, peça ajuda e busque profissionais capacitados para suporte emocional. Sempre existem outras possibilidades, você não está sozinho! 

 

COTH (Comissão de Trabalho Humanizado) – Setembro 2019