Desnutrição hospitalar: Problema de saúde pública que necessita de atenção contínua

Desnutrição hospitalar: Problema de saúde pública que necessita de atenção contínua

Podemos definir desnutrição como sendo um desequilíbrio metabólico causado pelo consumo inadequado de nutrientes (proteínas, carboidratos, gorduras, vitaminas e minerais) ocasionando sérias alterações na composição corporal e funções fisiológicas.
No âmbito hospitalar, esta situação poderá estar associada à doença de base do paciente e também a outros fatores como a idade avançada, tratamento com múltiplas drogas, quimioterapia, radioterapia, cirurgias, saúde dental, isolamento social, entre outros.
A desnutrição causa impacto negativo na saúde do indivíduo de uma forma geral, pois a perda de massa magra eleva os riscos de infecções, diminui a cicatrização de feridas, aumenta o risco de mortalidade em doenças agudas e crônicas e aumenta o tempo de internação hospitalar.
Este problema de saúde pública afeta todos os países do mundo. O que diferencia cada país é como o governo e os profissionais de saúde fazem suas intervenções, identificando os pacientes em risco nutricional ou desnutridos e desta forma conduzindo a terapia nutricional mais adequada a cada situação.
A detecção precoce do risco nutricional ou desnutrição através da TRIAGEM DE RISCO NUTRICIONAL é fundamental para recuperar este paciente.
O hospital Irmandade da Santa Casa de Caridade de São Gabriel preocupado com este problema de saúde pública, vem implementando diversas ações para minimizar este panorama, uma delas é a atuação constante da EMTN (Equipe Multidisciplinar de Terapia Nutricional) composta por médicos, nutricionistas, enfermeiros e farmacêuticos que visa atuar no tratamento nutricional dos pacientes internados conduzindo a terapia mais adequada, sempre embasado em técnicas e procedimentos atualizados.
Como rotina, a EMTN tornou frequente a aplicação da TRIAGEM DE RISCO NUTRICIONAL onde cada paciente que interna recebe a visita do enfermeiro que irá aplicar esta ferramenta e assim sinalizar o primeiro diagnóstico nutricional, logo após, se necessário, é conduzido à terapia nutricional através da EMTN.
Desde a sua implantação, em 2018, a ferramenta TRIAGEM DE RISCO NUTRICIONAL foi aplicada em praticamente 85% dos pacientes internados, isso devido ao trabalho da equipe de enfermagem, que através de treinamentos permanentes tornaram esta rotina uma constante na sua atuação profissional.
O risco nutricional está presente neste hospital assim como em todos os hospitais do Brasil, porém está sendo diagnosticado e tratado com todas as normas, rotinas e condutas nutricionais atuais.

EMTN – HOSPITAL DA SANTA CASA DE CARIDADE DE SÃO GABRIEL